Cunha

Cunha

Caminhamos da Terra do Fogo ao Alaska em busca de um lar, de um lugar que pudéssemos plantar, colher, amar e contemplar. Um lugar onde a natureza e a vontade do bem fazer estivessem presentes. Conhecemos Cunha por acaso, voltando de Parati e foi um lugar que nos surpreendeu em muitos sentidos e que ainda surpreende. Os mares de montanhas, o pôr do sol avermelhado, o céu estrelado, a neblina que cobre por vezes a paisagem repleta de araucárias, a vista para Paraty, Angra dos Reis e Serra da Mantiqueira fazem desse destino um lugar muito especial. Ali, além de sentirmos a natureza de forma intensa, encontramos produtores artesanais, restaurantes familiares saborosos, charmosos ateliês de cerâmica, pequenos empórios e uma comunidade feliz e satisfeita com a simplicidade da vida fora da grande cidade. Cunha está na rota da Estrada Real entre São Paulo, Minas Gerais e o Rio de Janeiro. Por antigas trilhas, os escravos carregavam o ouro e, depois, o café. Hoje em dia, Cunha é uma cidade turística conhecida pelas cerâmicas artesanais, por ser considerada estância climática e por uma vez ao ano abrigar o circuito de bike francês, o L´Étape. Aqui conhecemos lugares onde o fazer artesanal, a gentileza e o tempo se encontram. Uma viagem para Cunha pode ser baseada na cerâmica e nos produtos locais, ou pode ser um destino perfeito para relaxar, desintoxicar e se reconectar com a Terra, com os alimentos e com sua própria Natureza. Estamos aqui, felizes e satisfeitos em nossa nova morada. Receber as pessoas e compartilhar o que temos aprendido tem sido uma ótima experiência.

Pela Gouté organizamos algumas vivências bem especiais, nos escrevam, será um prazer recebe-los  goute@goute.com.br

Colunista:
Dani Hispagnol
danihispagnol@goute.com.br
Sem comentários

Post A Comment